6 tendências da tecnologia na área da saúde que você precisa conhecer

tecnologia na saúde

As últimas décadas trouxeram uma série de avanços em relação à tecnologia, que vem tomando cada vez mais espaço em diversos setores. A área da saúde, inclusive, é beneficiada pela tecnologia não apenas em novos tratamentos. Com as novas soluções tecnológicas, a atuação do profissional de saúde se torna mais assertiva e com mais qualidade. Por isso, conheça 6 tendências da tecnologia nessa área que você precisa conhecer. Confira!

1 – Softwares de gestão

Um software de gestão é, basicamente, um sistema que reúne informações essenciais sobre os atendimentos e serviços oferecidos em um empreendimento, como uma clínica ou consultório médico. No caso da área de saúde, o software de gestão é responsável por armazenar dados de contato dos pacientes e também informações sobre cada paciente.

Com isso, é possível criar um prontuário digital que, inclusive, favorece o atendimento, tornando-o mais ágil e efetivo. Além disso, é mais fácil manter contato com o paciente caso seja necessário marcar uma consulta ou informar sobre a disponibilidade de exames.

Hoje em dia existem vários tipos de software para gestão do consultório. O que indicamos é integrar essa plataforma com outro tipo de serviço que também auxilie na gestão e em outra ferramenta, como o prontuário eletrônico. Nós fizemos um post sobre os 6 melhores prontuários eletrônicos para consultório que consideramos interessante. Dê uma olhada nesse link: Saiba Como Escolher o melhor software médico para o seu consultório 

2 – Telemedicina

Com o aumento do acesso à tecnologia, a área da saúde também tem se aproveitado para romper barreiras e aumentar sua atuação. Isso é possível com a telemedicina, que utiliza as tecnologias de comunicação para fornecer informações que ajudem no cuidado com a saúde e até mesmo a formação continuada.

Assim, a telemedicina é útil para que os profissionais da saúde não apenas possam ajudar pacientes em que a distância é um fator limitante, mas também para que possam sanar suas próprias dúvidas — o profissional pode fazer cursos e complementar sua formação graças ao uso da tecnologia.

3 – Aplicativos

Falando em conectividade e mobilidade, os aplicativos da área da saúde também surgem como possibilidades. Há aplicativos que ajudam a medir batimentos cardíacos, a lembrar sobre a dosagem e periodicidade de remédios e para controlar as atividades físicas praticadas.

Em relação aos profissionais, é possível realizar diagnósticos inteligentes com aplicativos completos, que apresentem informações sobre doenças. Aplicativos com bulas e medicações indicadas também servem para dar a correta orientação.

4 – Business Intelligence

A área da saúde também tem visto o Business Intelligence como uma das principais tendências para conseguir analisar com eficácia informações e o grande volume de dados obtido diariamente.

O BI é caracterizado por ser uma técnica de análise de dados, de modo a encontrar tendências, padrões e questões relevantes. Com uma análise dos prontuários digitais, por exemplo, é possível encontrar padrões de doenças mais comuns dentro de uma faixa etária e de uma região. Além de facilitar o diagnóstico, favorece o atendimento ao paciente.

5 – CRM voltado para área da saúde

A melhora no atendimento só é possível se o profissional conhece a pessoa que ele atende. Com isso, uma tendência é o CRM, sigla para Customer Relationship Management ou gerenciamento de relacionamento com o cliente. Essa ferramenta consiste em armazenar as informações de cada paciente de modo a ajudar o profissional a personalizar o atendimento.

Com um CRM adaptado para a área da saúde, é possível ter informações de quando foi a última consulta do paciente, sobre a frequência de faltas, resultado de exames e quais medicamentos ele faz uso, por exemplo.

Assim, essa solução contribui para que o profissional da área da saúde tenha conhecimento sobre o paciente antes mesmo de ele entrar para a consulta.

6 – Computação na nuvem

Praticamente nenhuma dessas tendências existiria sem o uso da computação na nuvem. Isso diz respeito ao envio de dados para uma espécie de servidor terceirizado, o que garante mobilidade e disponibilidade total dos dados, de onde quer que eles sejam acessados. A computação na nuvem permite o uso de sistemas de gestão via web e o armazenamento de documentos digitalizados, por exemplo.

As tendências da tecnologia voltadas para a área da saúde dizem respeito principalmente à mobilidade, à acessibilidade e à personalização do atendimento. Incorporá-las, portanto, é uma forma de melhorar a satisfação dos pacientes e até mesmo reduzir os custos com investimentos em longo prazo.

Aproveite para compartilhar esse artigo nas suas redes sociais para que mais pessoas fiquem sabendo sobre essas tendências!